quarta-feira, 9 de setembro de 2015

FALTA D’ÁGUA NO VALE DO PARAÍBA – DE QUEM É A CULPA?...


De quem é a culpa da falta d’água nas cidades de Itabaiana, Juripiranga, São José dos Ramos e Pilar?... - Municípios que deveriam estar sendo abastecidos com águas oriundas da barragem Acauã.
A culpa e a total responsabilidade são da CAGEPA que mostra o seu despreparo administrativo e sua falta de aparelhamento para sanar os problemas provenientes de sua própria administração.
A CAGEPA , se fosse uma empresa responsável e bem administrada, deveria supervisionar seus reservatórios d’água periodicamente, examinando inclusive sua profundidade, então constataria, com antecedência, os primeiros sinais de um problema iminente, como o aterramento da barragem do distrito de Campo Grande (em Itabaiana). E logo providenciaria uma solução sem ter que penalizar a população que depende do consumo de seu produto para a sobrevivência.
Neste caso específico já era para CAGEPA estar ciente do problema com muita antecedência (se ela supervisionasse o estado de seus reservatórios periodicamente, como já disse), então não seria pega de surpresa causando um grande transtorno para os moradores da região do Vale do Paraíba.
Quando o usuário atrasa uma fatura da conta d’água ele é multado e, além disso, a cada dia de atraso somam-se os juros, mas quando a CAGEPA atrasa o fornecimento d’água qual a multa que lhe é aplicada? Quanto de juros que ela paga?... Cadê a justiça pra fazer justiça num caso desse?...

Não obstante, logo aparecem os aproveitadores, os oportunistas querendo tirar proveito do caos instalado, como os areeiros com suas empresas de extração mecanizada de areia dos leitos dos rios, a preço de quase nada para venderem a preço de ouro, sem nenhum beneficio para a população.
A verdade é que não é de hoje que a seca gera lucro. A população fragilizada pela escassez de tudo é um alvo fácil para os conquistadores de voto. Com a chegada dos primeiros carros-pipas nos municípios não faltam vereadores que queiram se promover, fazendo questão de aparecerem segurando a mangueira e distribuindo o precioso líquido


(Foto ilustrativa)
Até quando vamos precisar ver cenas ridículas como essas que constrangem e humilha o cidadão?... Quando haverá leis que obriguem as empresas prestadoras de serviços, como a CAGEPA, cumprirem a rigor seus deveres e não lesarem seus usuários?... Quando sentiremos orgulho de ser brasileiro porque os serviços, tanto públicos como privados, funcionam como devem funcionar em nosso país?...
Que país é este onde as leis existem para serem descumpridas e as tragédias são aguardadas pelos urubus de plantão?!...

Reações:

0 comentários:

HINO OFICIAL DE PILAR- cantado por José Cosmo de Souza

HINO OFICIAL DE PILAR - cantado por Jordânia Borges