quinta-feira, 30 de agosto de 2012

POETA DAMIÃO CAVALCANTI SERÁ O NOVO PRESIDENTE DA APL




A terra do romancista José Lins do Rego sente-se honradíssima com a notícia de que o poeta pilarense DAMIÃO RAMOS CAVALCANTI será o novo presidente da ACADAMIA PARAIBANA DE LETRAS.

Com a inscrição de chapa única, a APL terá para o próximo biênio nova diretoria sob a presidência de DAMIÃO RAMOS CAVALCANTI.

A chapa da futura diretoria incluiu, como titulares, HILDEBERTO BARBOSA FILHO, ASTENIO  FERNANDES,  ÂNGELA DE CASTRO e MARIA SANTIAGO.

Damião Ramos Cavalcanti nasceu em Pilar (PB), em 24 de abril de 1949. É formado em Filosofia e Direito e tem mestrado em Filosofia pela PUG (Roma) e Sociologia da Educação pela Sorbone (Paris). Professor aposentado da UFPB, também já ensinou no Unipê e na UEPB. Como gestor público, dirigiu a Funesc: Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego e foi também diretor do Iphaep. Damião Ramos Cavalcanti é escritor e, desde 2007, é imortal da Academia Paraibana de Letras, onde ocupa a cadeira 33, que tem como patrono Castro Pinto. Também é membro da Academia Paraibana de Cinema - APC; Ordem de Advogados do Brasil - OAB; e Academia Paraibana de Filosofia - APF e da Associação Paraibana de Imprensa, onde foi eleito Diretor de Cultura, na gestão da Presidente Marcela Sitonio. Ele tem dezenas de artigos, críticas e poemas publicados em livros, revistas e jornais. Sua obra mais conhecida é "Ausência do Tempo".

Composição da nova  Presidência, Diretoria e Conselho Fiscal da APL: 

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

ANTIGA CASA DE CÂMARA E CADEIA DE PILAR-PB

Construída durante o Brasil Império, a antiga Casa de Câmara e Cadeia, é um dos trinta e oito monumentos únicos desse gênero no Brasil e o único da Paraíba. Este prédio recebeu a visita do Imperador D. Pedro II em l859, concedendo o beija-mão à sociedade paraibana. A velha Casa de Câmara e Cadeia , como era típico da organização portuguesa de vilas e cidades, exercia jurisdição sobre caminhos, chafarizes, pontes, taxava mercadorias, policiava, punia e legislava. Sua edificação, por mestres em fortalezas, limita uma extremidade da rua principal, ficando a outra extremidade limitada pela igreja, equilibrando-se pesos de ordem plástica e psicológica, segundo características de argumento ainda do sistema colonial. Atualmente, pertence à Fundação Menino de Engenho; funciona neste monumento histórico, a Biblioteca 03 de junho, em homenagem ao nascimento do Escritor José Lins do Rego, e uma sala de reunião no primeiro andar.

(Texto do professor Lucimário Augusto)

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

CANTEMOS A NOSSA TERRA - VIDEO COM O HINO OFICIAL DE PILAR

http://youtu.be/eXURMHKnbyshttp://youtu.be/eXURMHK

HINO OFICIAL DE PILAR

Devemos valorizar nossos artistas enquanto estão vivos

Clique na imagem

MATRÍCULAS ABERTAS

MATRÍCULAS ABERTAS
NA SOFT WORLD INFORMÁTICA - EM ITABAIANA - FONE: (83) 9186-5519

MATRÍCULAS ABERTAS PARA OS NOVOS CURSOS DA SOFT (ASSISTA AO VÍDEO)